Cidade e território: mudanças e permanências no papel funcional da cidade potiguar

Cidade e território: mudanças e permanências no papel funcional da cidade potiguar

No processo de ocupação do território e de transformação funcional por que passaram as aglomerações urbanas no Brasil pode-se destacar no estado do Rio Grande do Norte as cidades de Natal e Assu, que surgiram como cidades da conquista. Compreender o significado deste seu papel inicial e de sua inser...

Saved in:
Translated title: Cidade e território: mudanças e permanências no papel funcional da cidade potiguar
City and territory: changes and permanence of the functional roles of the potiguar
Journal Title: Scripta Nova. Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales
First author: Rubenilson Brazão Teixeira
Other Authors: Angela Lúcia de Araújo Ferreira
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://revistes.ub.edu/index.php/ScriptaNova/article/view/1224
Resource type: Journal Article
Source: Scripta Nova. Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales; Vol 10, No Especial (Year 2006).
Publisher: Universitat de Barcelona
Usage rights: Reconocimiento (by)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Geography
Abstract: No processo de ocupação do território e de transformação funcional por que passaram as aglomerações urbanas no Brasil pode-se destacar no estado do Rio Grande do Norte as cidades de Natal e Assu, que surgiram como cidades da conquista. Compreender o significado deste seu papel inicial e de sua inserção no território, na evolução e na transformação funcional até o processo de modernização no século XX é o objetivo deste estudo. Apresentamos, de forma mais enfática, um primeiro momento na história destas cidades por meio de três vieses intrínsecos: o territorial – a dimensão física da conquista; o simbólico – as cidades da “conquista das almas” e o econômico – as cidades da conquista de “mercados”; aspectos que envolvem a conquista, a apropriação e a manutenção do uso deste território. Algumas questões relevantes que mostram as permanências e as transformações desta função primeira em direção à inserção dessas aglomerações no processo de modernização das cidades brasileiras compõem as considerações finais deste artigo. 
Translated abstract: The historical process of territory settling and urban functional transformation that occurred in Brazil can be best illustrated, as far as the State of Rio Grande do Norte is concerned, by the cities of Natal and Assu, two urban settlements that emerged as towns of the conquest of the territory. This article aims at trying to understand the meaning of both towns´ initial conquering role and of their insertion in the territory, as well as the evolution of their urban functions until the modernization process of the 20 th century. Our major interest lies in the presentation of both towns´ initial appearance, when they played three inherent roles: the territorial role - towns for the conquering of the land; the symbolical role – towns for the “conquering of souls”; and the economic role – towns for the conquering of the ‘markets”. These aspects involve the conquest, appropriation and preservation of the territory. Some relevant issues that show the permanence and transformation of this initial function along the insertion of both towns in the modernization process of Brazilian cities constitute the conclusion of this article.
No processo de ocupação do território e de transformação funcional por que passaram as aglomerações urbanas no Brasil pode-se destacar no estado do Rio Grande do Norte as cidades de Natal e Assu, que surgiram como cidades da conquista. Compreender o significado deste seu papel inicial e de sua inserção no território, na evolução e na transformação funcional até o processo de modernização no século XX é o objetivo deste estudo. Apresentamos, de forma mais enfática, um primeiro momento na história destas cidades por meio de três vieses intrínsecos: o territorial – a dimensão física da conquista; o simbólico – as cidades da “conquista das almas” e o econômico – as cidades da conquista de “mercados”; aspectos que envolvem a conquista, a apropriação e a manutenção do uso deste território. Algumas questões relevantes que mostram as permanências e as transformações desta função primeira em direção à inserção dessas aglomerações no processo de modernização das cidades brasileiras compõem as considerações finais deste artigo.