Práticas de Inclusão de Alunos com Perturbações do Espetro do Autismo

Práticas de Inclusão de Alunos com Perturbações do Espetro do Autismo

Este artigo surge no âmbito de um estudo mais vasto que tem como principal objetivo identificar as Necessidades de Formação dos Docentes de Ensino Regular e de Educação Especial para a inclusão de alunos com Perturbações do Espetro do Autismo (PEA) nas escolas do ensino regular. Para a realização de...

Saved in:
Journal Title: Da Investigação às Práticas. Estudos de Natureza Educacional (INVEP)
First author: Dídia Lourenço
Other Authors: Teresa Leite
Palabras clave:
Language: Portuguese
Get full text: https://ojs.eselx.ipl.pt/index.php/invep/article/view/81
Resource type: Journal Article
Source: Da Investigação às Práticas. Estudos de Natureza Educacional (INVEP); Vol 5, No 2 (Year 2015).
DOI: http://dx.doi.org/10.25757/invep.v5i2.81
Publisher: Instituto Politécnico de Lisboa
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial (by-nc)
Categories: Health Sciences, Social Sciences/Humanities --> Behavioral Sciences
Health Sciences, Social Sciences/Humanities --> Psychology, Developmental
Health Sciences, Social Sciences/Humanities --> Psychology, Educational
Abstract: Este artigo surge no âmbito de um estudo mais vasto que tem como principal objetivo identificar as Necessidades de Formação dos Docentes de Ensino Regular e de Educação Especial para a inclusão de alunos com Perturbações do Espetro do Autismo (PEA) nas escolas do ensino regular. Para a realização desse estudo, realizámos observações diretas em sala de aula e auscultámos os vários agentes educativos que podem contribuir para a inclusão efetiva destes alunos, nomeadamente os docentes de ensino regular (1º ciclo) e educação especial, diretores de agrupamentos de escolas com unidades de ensino estruturado para alunos autistas e encarregados de educação dos alunos com PEA. Paralelamente, analisámos os documentos de suporte ao desenvolvimento do processo educativo destes alunos. Mais especificamente, com as observações em sala de aula do ensino regular, pretendemos conhecer as práticas pedagógicas desenvolvidas e as formas de organização e gestão curricular da turma e de apoio e acompanhamento específico a estes alunos. Neste artigo apresentamos a análise das observações, tendo em conta: (i) o contexto de observação; (ii) as estratégias e atividades desenvolvidas; (iii) a relação comunicativa estabelecida.Desta análise, é possível inferir necessidades de formação que se situam tanto ao nível da compreensão da problemática das crianças como do planeamento e gestão curricular da turma.