Educação matemática em uma perspectiva inclusiva: percepções de professores e alunos deficientes visuais

Educação matemática em uma perspectiva inclusiva: percepções de professores e alunos deficientes visuais

O processo de inclusão de alunos com deficiência visual vem se tornando um grande desafio ao trabalho do professor, principalmente quando está relacionado ao ensino da matemática, pois a necessidade de abstração é essencial para a compreensão de seus conceitos. Desta forma, pesquisas na área de educ...

Saved in:
Journal Title: Educação Matemática em Revista
First author: Jorge Menezes Rodrigues
Other Authors: Elielson Ribeiro Sales
Language: Undetermined
Get full text: http://www.sbem.com.br/revista/index.php/emr/article/view/974
Resource type: Journal Article
Source: Educação Matemática em Revista; No 58 (Year 2018).
Publisher: Sociedade Brasileira de Educação Matemática
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial (by-nc)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Education --AMP-- Educational Research
Abstract: O processo de inclusão de alunos com deficiência visual vem se tornando um grande desafio ao trabalho do professor, principalmente quando está relacionado ao ensino da matemática, pois a necessidade de abstração é essencial para a compreensão de seus conceitos. Desta forma, pesquisas na área de educação matemática são necessárias para contribuir com as práticas pedagógicas do professor. Neste texto, investigam-se as percepções de professores de matemática videntes e de alunos com deficiência visual que estão vivenciando, nas escolas de ensino básico, o processo de inclusão para que estes apontassem os principais obstáculos inclusivos existentes nas aulas de matemática. Para coleta de dados, foram aplicadas entrevistas individuais com seis professores de matemática e quatro alunos com deficiência visual, regularmente matriculados nos 6º ano e 7º anos do Ensino Fundamental, distribuídos em quatro escolas municipais da cidade de Manaus. Os resultados obtidos foram diversos pontos mencionados, entretanto dois foram apontados frequentemente nas falas dos participantes da pesquisa. O primeiro está relacionado com a formação de professores de matemática, pois muitos destes educadores, durante o curso de graduação, não tiveram disciplina relacionada à educação inclusiva e nem curso de formação continuada oferecida pelas secretarias de ensino de município. O segundo obstáculo observado na pesquisa foi à ausência de aplicação de materiais adaptados nas aulas de matemática para alunos com deficiência visual, fato este que prejudica o estudante na compreensão dos conteúdos expostos pelo professor.