Números Escritos e Números Não-escritos em Platão

Números Escritos e Números Não-escritos em Platão

Neste artigo, tentamos jogar luz sobre alguns dos elementos que compõem a relação entre a matemática “escrita” e a “não-escrita” de Platão. Para isso, nos confrontamos com uma série de notícias indiretas, fornecidas, entre outros, por Aristóteles, para recuperar, na medida em que isso for possível,...

Saved in:
Translated title: Written and unwritten numbers in Plato
Journal Title: Archai
Author: Elisabetta Cattanei
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: https://periodicos.unb.br/index.php/archai/article/view/6426
Resource type: Journal Article
Source: Archai; No 6 (Year 2011).
Publisher: Universidade de Brasília / Universidade de Coimbra
Usage rights: Reconocimiento (by)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Humanities, Multidisciplinary
Abstract: Neste artigo, tentamos jogar luz sobre alguns dos elementos que compõem a relação entre a matemática “escrita” e a “não-escrita” de Platão. Para isso, nos confrontamos com uma série de notícias indiretas, fornecidas, entre outros, por Aristóteles, para recuperar, na medida em que isso for possível, um quadro geral daqueles elementos, sempre a partir do balizamento oferecido pelo texto platônico.
Translated abstract: Neste artigo, tentamos jogar luz sobre alguns dos elementos que compõem a relação entre a matemática “escrita” e a “não-escrita” de Platão. Para isso, nos confrontamos com uma série de notícias indiretas, fornecidas, entre outros, por Aristóteles, para recuperar, na medida em que isso for possível, um quadro geral daqueles elementos, sempre a partir do balizamento oferecido pelo texto platônico.
Neste artigo, tentamos jogar luz sobre alguns dos elementos que compõem a relação entre a matemática “escrita” e a “não-escrita” de Platão. Para isso, nos confrontamos com uma série de notícias indiretas, fornecidas, entre outros, por Aristóteles, para recuperar, na medida em que isso for possível, um quadro geral daqueles elementos, sempre a partir do balizamento oferecido pelo texto platônico.
In this article, we try and light on some elements which compose the relationship between “written” and “unwritten” mathematics in Plato. In order to do this, we confront a series of indirect reports provided, among others, by Aristotle, in order to recover as much as we can of a general picture of these elements, always starting from the basis provided by Plato’s Texts.
Neste artigo, tentamos jogar luz sobre alguns dos elementos que compõem a relação entre a matemática “escrita” e a “não-escrita” de Platão. Para isso, nos confrontamos com uma série de notícias indiretas, fornecidas, entre outros, por Aristóteles, para recuperar, na medida em que isso for possível, um quadro geral daqueles elementos, sempre a partir do balizamento oferecido pelo texto platônico.