Sabor, estética e poesia: o habitar ribeirinho na Amazônia-marajoara (PA) / Flavor, aesthetics and poetry: the habitar ribeirinho in Amazônia-marajoara (PA)

Sabor, estética e poesia: o habitar ribeirinho na Amazônia-marajoara (PA) / Flavor, aesthetics and poetry: the habitar ribeirinho in Amazônia-marajoara (PA)

Sabor, estética e poesia – são estas as dimensões essenciais que irão nos guiar para uma fenomenologia da experiência ribeirinha. Esta pesquisa tem como fonte empírica uma comunidade ribeirinha pertencente ao município de Muaná, oficialmente mesorregião do Marajó (Pará). Trata-se de uma pesquisa des...

Saved in:
Journal Title: Geograficidade
Author: Felipe Kevin Ramos da Silva
Palabras clave:
Language: Portuguese
Get full text: http://periodicos.uff.br/geograficidade/article/view/13125
Resource type: Journal Article
Source: Geograficidade; Vol 8, No 2 (Year 2018).
DOI: http://dx.doi.org/10.22409/geograficidade2018.82.a13125
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial (by-nc)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Geography
Abstract: Sabor, estética e poesia – são estas as dimensões essenciais que irão nos guiar para uma fenomenologia da experiência ribeirinha. Esta pesquisa tem como fonte empírica uma comunidade ribeirinha pertencente ao município de Muaná, oficialmente mesorregião do Marajó (Pará). Trata-se de uma pesquisa desimpedida que busca mergulhar na geograficidade de sujeitos que compartilham seu modo ser com o devir temporal da natureza física, manifestada na paisagem. Para este mergulho, utiliza-se da fenomenologia existencialista como recurso que nos possibilita pensar, de forma crítica e criativa, a geografia ribeirinha para além do caráter economicista e positivista, demonstrando como o ser ribeirinho maneja sua existência numa relação visceral com a Terra em suas experiências cotidianas, de onde emana sabor, poesia e um modo próprio de ser-e-estar-no-mundo.