Integração entre oficina de yogaterapia e oficina de intervenção psicossocial como ferramentas de apoio ao portador de diabetes mellitus em Tiradentes, Minas Gerais

Integração entre oficina de yogaterapia e oficina de intervenção psicossocial como ferramentas de apoio ao portador de diabetes mellitus em Tiradentes, Minas Gerais

O diabetes é considerado uma síndrome metabólica. Ela vem acometendo um número cada vez mais significativo da população mundial. A realidade vivenciada em uma esfera macro não é diferente no município de Tiradentes, Minas Gerais, comunidade em que se desenvolveram ações no projeto de extensão que tr...

Guardado em:
Título traduzido: Integration between a workshop on yogatherapy and a psychosocial intervention workshop as tools to support diabetes mellitus patients in the Tiradentes, State of Minas Gerais, Brazil
Título da revista: Em Extensão
Primer autor: Eva Vilma Muniz de Oliveira
Outros autores: Beatriz Domingues Perrella;
Marisângela Aparecida Resende;
Jhéssica Lohâyne de Melo Gonzaga
Palavras chave:
Palavras chave traducidas:
Idioma: Português
Ligação recurso: http://www.seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/46501
Tipo de recurso: Artigo de revista
Fonte: Em Extensão; Vol 18, No 1 (Ano 2019).
DOI: http://dx.doi.org/10.14393/REE-v18n12019-46501
Entidade editora: Universidade Federal de Uberlândia
Direitos de utilização: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Matérias: Ciências Sociais e Humanidades --> Comunicação
Ciências Sociais e Humanidades --> Educação Especial
Ciências Sociais e Humanidades --> Humanidades
Resumo: O diabetes é considerado uma síndrome metabólica. Ela vem acometendo um número cada vez mais significativo da população mundial. A realidade vivenciada em uma esfera macro não é diferente no município de Tiradentes, Minas Gerais, comunidade em que se desenvolveram ações no projeto de extensão que trabalhou questões grupais e terapêuticas direcionadas aos diabéticos. Neste estudo, objetivou-se compreender a vivência da oficina de yogaterapia e da oficina de intervenção psicossocial, como ferramentas complementares e incentivadoras para a adesão ao tratamento de um grupo de acometidos pelo Diabetes Mellitus nesta cidade. As técnicas foram utilizadas como uma proposta qualitativa com viés participativo, envolvendo 20 acometidos por esta condição de saúde. A metodologia participativa buscou valorizar o conhecimento prévio dos participantes em relação ao diabetes Mellitus e seus cuidados, com perspectiva para envolver corpo e mente além de criar um espaço de reflexão, autorreflexão, autocuidado, respeito pelo outro, conhecimento corporal e fortalecimento diante de seus enfrentamentos. Nesta direção, entrevistas foram utilizadas para fomentar dados para análise. Por tais características pôde-se compreender como as ações demonstram-se adequadas para os programas de educação em diabetes, isto indicado a partir das considerações dos próprios participantes.
Resumo traduzido: Diabetes is considered a metabolic syndrome that has been affecting an increasingly significant number of the world's population. The reality experienced in a macro sphere is not different in the municipality of Tiradentes, State of Minas Gerais, Brazil, a community in which actions were carried out in the Extension Project that worked on group and therapeutic issues directed to diabetics. This study aimed to understand the experience of the Yogatherapy Workshop and the Psychosocial Intervention Workshop as complementary tools and to promote treatment adherence of a group of patients affected by Diabetes Mellitus in this city. It used techniques as a qualitative proposal with participatory approach, involving 20 people affected by this health condition. The participatory methodology sought to value the participants' prior knowledge regarding diabetes mellitus and its care, with a perspective to involve body and mind creating a space for reflection, self-reflection, self-care, respect for others, body awareness and strengthening in face of their confrontations. In this direction, it used interviews to development data for analysis. By such characteristics it was possible to understand how such actions are adequate for health care education programs, this was indicated from the participants' own considerations.