VESTIR-SE DE SI: SOBRE IDENTIDADE E REPRESENTAÇÃO NAS TIRAS DE MURIEL/LAERTE

VESTIR-SE DE SI: SOBRE IDENTIDADE E REPRESENTAÇÃO NAS TIRAS DE MURIEL/LAERTE

A questão da identidade está em voga – na teoria social, na prática política e, como não poderia deixar de ser, nos estudos em linguagem. De diversas maneiras e sob as mais variadas abordagens, ela tem sido problematizada. Neste texto, interessa-nos, especialmente, a relação entre identidade e repre...

Saved in:
Journal Title: Línguas & Letras
Author: Rafaela Veloso
Palabras clave:
Idioma: Portugués
Get full text: http://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/11840
Tipo de recurso: Documento de revista
Source: Línguas & Letras; Vol 16, No 34 (Año 2015).
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Derechos de uso: Reconocimiento (by)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Language --AMP-- Linguistics
Resumen: A questão da identidade está em voga – na teoria social, na prática política e, como não poderia deixar de ser, nos estudos em linguagem. De diversas maneiras e sob as mais variadas abordagens, ela tem sido problematizada. Neste texto, interessa-nos, especialmente, a relação entre identidade e representação e a sua formação como uma produção discursiva. A identidade diz respeito a um conjunto de características próprias pelas quais um sujeito é reconhecível e conhecido na sociedade, ao passo que o sujeito é construído pelos discursos que o constituem. Assim, sob o viés da Análise do Discurso e considerando a perspectiva dos Estudos Culturais, iremos observar o discurso sobre a identidade de gênero presente em algumas tiras da personagem Muriel da cartunista Laerte, que em 2009 adotou a prática do crossdressing. A escolha deste objeto de estudo foi motivada principalmente pelo aspecto atual da temática exposta nas tiras, por mobilizar vários discursos e por problematizar, através da arte e do humor, uma experiência marcante e controversa em nossa sociedade. O nosso objetivo é observar em que medida as suas tiras revelam uma necessidade de exposição, informação e afirmação a respeito de uma determinada prática identitária e, a partir disso, examinar as práticas discursivas que constituem – e contribuem para – essa identidade específica. Nós entendemos que a experiência pessoal de Laerte tem motivado o discurso veiculado em seus trabalhos recentes. Uma expressão e exposição da identidade que fala de/por si e de/para muitos. 
Resumen traducido: The question of identity is in vogue, in social theory, in the political practices, and for sure, in language studies. In many ways and under various approaches, it has been problematized. In this paper, we are especially interested in the relationship between identity and its representation as a discursive production. The identity refers to a set of own characteristics for those the subject is recognizable and known in society, while the subject is constructed by the speeches that forms itself. Thus, under the bias of Discourse Analysis and considering the perspective of Cultural Studies, we will observe the speech about the identity of genre in some strips of Muriel, a character created by Laertes, a cartoonist who in 2009 adopted the practice of crossdressing. The choice for this subject was mainly motivated by the current thematic aspects exposed in the strips, for mobilizing various discourses and discuss, through art and humor, a remarkable and controversial experience in our society. Our goal is to observe in which ways their strips reveal a need for exposure, information and affirmation about a certain identity practice, and from that, examine the discursive practices that constitute - and also contribute -  to an specific identity. We understand that Laertes’ personal experience has motivated the discourse conveyed in his recent work. An expression and exposure about his identity that tells from himself and also to himself and from many people to many others.