A ESCOLA DESIGUAL E O CONHECIMENTO: REFLEXÕES A PARTIR DA SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO DE BASIL BERNSTEIN

A ESCOLA DESIGUAL E O CONHECIMENTO: REFLEXÕES A PARTIR DA SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO DE BASIL BERNSTEIN

O acesso desigual aos conhecimentos oferecidos pela escola básica é um tema que se coloca no centro do debate sobre os desafios da educação pública no Brasil atual. Este ensaio pretende refletir sobre esse problema a partir das contribuições do sociólogo britânico Basil Bernstein, destacando seu mod...

Saved in:
Journal Title: Atos de Pesquisa em Educação
First author: Daniel Luiz Stefenon
Other Authors: Sônia Maria Vanzella Castellar
Palabras clave:
Language: Portuguese
Get full text: http://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/6062
Resource type: Journal Article
Source: Atos de Pesquisa em Educação; Vol 12, No 1 (Year 2017).
DOI:
Publisher: Universidade Regional de Blumenau
Usage rights: Reconocimiento (by)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Education --AMP-- Educational Research
Abstract: O acesso desigual aos conhecimentos oferecidos pela escola básica é um tema que se coloca no centro do debate sobre os desafios da educação pública no Brasil atual. Este ensaio pretende refletir sobre esse problema a partir das contribuições do sociólogo britânico Basil Bernstein, destacando seu modelo do dispositivo pedagógico e sua proposta de classificação das diferentes formas de discurso sujeitas à transformação pedagógica. A teoria de Bernstein, ao demonstrar sua preocupação com a questão do controle simbólico que a escola exerce sobre as diferentes classes sociais, aponta para a necessidade de se pensar uma escola de conhecimento para todos, a fim de que se possa democratizar verdadeiramente os saberes necessários para que os estudantes possam agir com autonomia e protagonismo no âmbito geral da sociedade contemporânea, independente de sua origem social.