Funções discursivas dos marcadores olhe, olha e repare na fala sergipana

Funções discursivas dos marcadores olhe, olha e repare na fala sergipana

Os marcadores discursivos são itens que exercem um importante papel comunicativo, articulando simultaneamente valores distintos: de caráter textual, ao estabelecer ligações coesivas entre partes do texto e de caráter interpessoal, ao manter a interação entre os interlocutores e auxiliar no planejame...

Saved in:
Journal Title: A Cor das Letras
Author: Rebeca Rodrigues de Santana
Language: Portuguese
Get full text: http://periodicos.uefs.br/index.php/acordasletras/article/view/2864
Resource type: Journal Article
Source: A Cor das Letras; Vol 19, No Especial (Year 2018).
DOI:
Publisher: Universidade Estadual de Feira de Santana
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - CompartirIgual (by-nc-sa)
Subjects: Social Sciences/Humanities --> Language --AMP-- Linguistics
Social Sciences/Humanities --> Literature
Abstract: Os marcadores discursivos são itens que exercem um importante papel comunicativo, articulando simultaneamente valores distintos: de caráter textual, ao estabelecer ligações coesivas entre partes do texto e de caráter interpessoal, ao manter a interação entre os interlocutores e auxiliar no planejamento da fala (MARCUSCHI, 1989). O presente trabalho tem como objetivo geral descrever as funções dos marcadores discursivos olhe, olha, veja e repare em um corpus sergipano, e como objetivos específicos: identificar todas as ocorrências dos referidos marcadores na amostra Redes Sociais de Informantes Universitários de Itabaiana/SE (ARAÚJO; SANTOS; FREITAG, 2014); analisar tais ocorrências quanto às funções desempenhadas, e contribuir com a descrição e sistematização de tal categoria. Para tanto, selecionou-se 24 interações conduzidas da amostra Redes Sociais de Informantes Universitários de Itabaiana/SE (ARAÚJO; SANTOS; FREITAG, 2014), pertencente ao Banco de Dados Falares Sergipanos (FREITAG, 2013, 2017). Selecionadas as interações, realizou-se a extração de todas as ocorrências dos marcadores propostos para análise. Em seguida, tais ocorrências foram analisadas quanto ao seu valor funcional nos contextos empregados, sendo as ocorrências de olhe e olha também ouvidas para constatar usos vocalizados (ói e óia). Por fim, os dados obtidos foram submetidos à análise estatística descritiva. Os resultados alcançados nesse estudo podem contribuir com os trabalhos descritivos de marcadores discursivos, mais especificamente de chamada de atenção do ouvinte, e também com estudos acerca da fala sergipana, uma vez que o corpus utilizado é uma amostra de fala de uma comunidade universitária do estado de Sergipe.