O ESPAÇO DO VERSO, O VERSO NO ESPAÇO DE FERREIRA GULLAR

O ESPAÇO DO VERSO, O VERSO NO ESPAÇO DE FERREIRA GULLAR

A presente reflexão problematiza como Ferreira Gullar soluciona a contradição entre a natureza temporal e linear do discurso verbal e a espacialização da linguagem na sua poesia concreta ao privilegiar a relação forma-conteúdo. Nesta relação, a palavra se traduz em imagem e se estrutura no espaço pa...

Saved in:
Journal Title: Revista e-scrita: Revista do Curso de Letras da UNIABEU
First author: Gisele Nunes Paz Vieira
Other Authors: Anna Paula Soares Lemos;
Jurema Rosa Lopes;
Idemburgo Frazão Felix
Palabras clave:
Language: Portuguese
Get full text: http://revista.uniabeu.edu.br/index.php/RE/article/view/3027
Resource type: Journal Article
Source: Revista e-scrita: Revista do Curso de Letras da UNIABEU; Vol 9, No 1 (Year 2018).
DOI:
Publisher: UNIABEU Centro Universitário
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Humanities, Multidisciplinary
Abstract: A presente reflexão problematiza como Ferreira Gullar soluciona a contradição entre a natureza temporal e linear do discurso verbal e a espacialização da linguagem na sua poesia concreta ao privilegiar a relação forma-conteúdo. Nesta relação, a palavra se traduz em imagem e se estrutura no espaço para garantir a máxima expressividade. Para isso, relacionamos o espaço teatral com o espaço poético de Gullar. Ilustramos a discussão com os poemas publicados nos livros “A luta corporal” (1954) e “O formigueiro” (1991).