SEGURANÇA PÚBLICA EM PEQUENAS CIDADES DO NORTE DO PARANÁ / PUBLIC SECURITY IN SMALL TOWNS OF NORTHERN PARANA

SEGURANÇA PÚBLICA EM PEQUENAS CIDADES DO NORTE DO PARANÁ / PUBLIC SECURITY IN SMALL TOWNS OF NORTHERN PARANA

O artigo contempla alguns aspectos da pesquisa realizada junto ao curso de doutorado do Programa  de  Pós-Graduação  da  Universidade  Estadual  de  Maringá  (UEM)  e  tem  como  objetivo abordar a segurança pública nas pequenas cidades do Norte do Estado do Paraná.  Neste trabalho foram  analisados...

Saved in:
Journal Title: Revista Geonorte
First author: Pedro Henrique Carnevalli Fernandes
Other Authors: Angela Maria Endlich
Palabras clave:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/3397
Resource type: Journal Article
Source: Revista Geonorte; Vol 8, No 29 (Year 2017).
DOI:
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
Usage rights: Reconocimiento (by)
Subjects: Physical/Engineering Sciences --> Geography, Physical
Social Sciences/Humanities --> Geography
Social Sciences/Humanities --> Social Sciences, Interdisciplinary
Abstract: O artigo contempla alguns aspectos da pesquisa realizada junto ao curso de doutorado do Programa  de  Pós-Graduação  da  Universidade  Estadual  de  Maringá  (UEM)  e  tem  como  objetivo abordar a segurança pública nas pequenas cidades do Norte do Estado do Paraná.  Neste trabalho foram  analisados  os  gastos  municipais  e  as  taxas  de  homicídios.  Os  procedimentos  passam  pelo levantamento bibliográfico e de dados secundários, sendo os gastos municipais pela base do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) e as taxas de homicídios construídas a  partir  do  Datasus,  pelo  Sistema  de  Informação  de  Mortalidade  (SIM),  do  Ministério  da  Saúde  do Governo Federal. Os resultados comprovam a existência de ocorrências que geram insegurança em pequenas cidades.  Apesar disso, foi observado pouco investimento público municipal com segurança pública,  colaborando  com  a  perspectiva  de  que  o  número  de  habitantes  não  define  se  a  cidade  é segura ou não para se viver.