“O cinema é o último dispositivo que diz: ‘olhe’”

“O cinema é o último dispositivo que diz: ‘olhe’”

Os livros do professor Jacques Aumont começaram a ser publicados com frequência no Brasil a partir dos anos 90. “A imagem” (Papirus) é um dos livros mais indicados pelos professores das áreas de artes e comunicação, além da “Estética do filme” (Papirus) e “O olho interminável” (Cosac & Naify). Escre...

Saved in:
Journal Title: Significação
Author: Lisandro Nogueira
Palabras clave:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.revistas.usp.br/significacao/article/view/68120
Resource type: Journal Article
Source: Significação; Vol 37, No 34 (Year 2010).
DOI:
Publisher: Universidade de São Paulo
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial (by-nc)
Subjects: Social Sciences/Humanities --> Film, Radio, Television
Abstract: Os livros do professor Jacques Aumont começaram a ser publicados com frequência no Brasil a partir dos anos 90. “A imagem” (Papirus) é um dos livros mais indicados pelos professores das áreas de artes e comunicação, além da “Estética do filme” (Papirus) e “O olho interminável” (Cosac & Naify). Escreveu sobre Glauber Rocha em “Teoria dos cineastas” (Papirus) e se considera um rochista – estudioso da obra do cineasta brasileiro. Leciona atualmente na Universidade de Paris 3 (Nova Sorbonne) e na EHESS (Escola de Estudos Avançados em Ciências Sociais). Escreve regularmente na revista Cinéma (Editora Léo Scheer) e dirige oCentro de História do Cinema da Cinemateca Francesa.