Economia criativa: análise setorial

Economia criativa: análise setorial

A economia criativa tem sido compreendida como uma potencialalavanca para o desenvolvimento de muitas nações, sendo que maisde 60 países já realizam procedimentos sistemáticos de mapeamentodo seu setor criativo. Em estágio mais amadurecido encontram-se ospaíses desenvolvidos, notadamente os Estados...

Saved in:
Journal Title: PragMATIZES
First author: Alessandra Meleiro
Other Authors: Fabio Fonseca
Palabras clave:
Language: Portuguese
Get full text: http://periodicos.uff.br/pragmatizes/article/view/10343
Resource type: Journal Article
Source: PragMATIZES; No 2 (Year 2012).
DOI:
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Usage rights: Reconocimiento (by)
Subjects: Social Sciences/Humanities --> Anthropology
Social Sciences/Humanities --> Sociology
Social Sciences/Humanities --> Cultural studies
Abstract: A economia criativa tem sido compreendida como uma potencialalavanca para o desenvolvimento de muitas nações, sendo que maisde 60 países já realizam procedimentos sistemáticos de mapeamentodo seu setor criativo. Em estágio mais amadurecido encontram-se ospaíses desenvolvidos, notadamente os Estados Unidos, as principaiseconomias européias – com destaque para o Reino Unido - e a Austrália.Porém, mesmo estes ainda vislumbram as perspectivas de expansãodo setor, inserindo o tema estrategicamente com papel de destaqueem suas agendas econômicas.Países emergentes e em desenvolvimento conseguem ter participaçõesexpressivas em áreas específicas. Porém há um vasto territórioinexplorado de possibilidades, que devem ser objeto de políticas públicas,concebidas e implementadas num ambiente de cooperação internacional,especialmente a chamada Cooperação Sul-Sul.