O moio-medida e o moio dos preços em Portugal nos séculos Xl a XIII

O moio-medida e o moio dos preços em Portugal nos séculos Xl a XIII

Neste artigo, estuda-se o valor do moio (modius, modio, moyo) em Portugal nos séculos XI a XIII. Nesta época, o moio era simultaneamente uma medida de capacidade e uma unidade usada na especificação dos preços. Este estudo permite concluir que, enquanto o moio-medida tinha, nos sistemas legais em vi...

Saved in:
Journal Title: Anuario de Estudios Medievales
Author: Luis Seabra Lopes
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://estudiosmedievales.revistas.csic.es/index.php/estudiosmedievales/article/view/134
Resource type: Journal Article
Source: Anuario de Estudios Medievales; Vol 35, No 1 (Year 2005).
DOI:
Publisher: Consejo Superior de Investigaciones Científicas CSIC
Usage rights: Reconocimiento (by)
Subjects: Social Sciences/Humanities --> Medieval --AMP-- Renaissance Studies
Abstract: Neste artigo, estuda-se o valor do moio (modius, modio, moyo) em Portugal nos séculos XI a XIII. Nesta época, o moio era simultaneamente uma medida de capacidade e uma unidade usada na especificação dos preços. Este estudo permite concluir que, enquanto o moio-medida tinha, nos sistemas legais em vigor em Portugal a partir de finais do século XI, uma capacidade não inferior à carga de cavalo (210 a 220 litros), alguns moios mais pequenos continuaram a ser utilizados em áreas rurais afastadas dos principais centros urbanos. Estes moios mais pequenos tinham capacidades em torno de 50 a 75 litros. Relativamente ao moi-preço, a informação reunida indica um valor entre 25 e 55 litros de cereal, Torna-se, assim, evidente, que o moio-preço não era equivalente ao moio-medida comum, podendo, no entanto, ser equivalente aos moios menores que ainda sobreviviam nas áreas rurais. A informação reunida sugere ainda que, do século X ao século XIII, e independentemente da inflacção, o moio-preço manteve-se em paridade com a unidade monetária conhecida como soldo (solidus).
Translated abstract: In this paper, the value of the modius (modio, moyo, moio) in Portugal in the 11th to the 13th centuries is studied. By this time, the modius was both a measure of capacity and a unit used in the specification of prices. The author concludes that, while the modius-measure had a capacity not under the horse charge (210 to 220 litters) in the legal systems used in Portugal from the end of the 11th century onwards, some smaller modii continued to be used in rural areas far away from the main urban centers. These smaller modii had a capacity around 50 to 75 litters. With respect to the modius-price, the information gathered by the author indicates a value between 25 and 55 litters of cereal. Therefore, it becomes clear that the modius-price was not equivalent to the standard modius-measure, although it could be equivalent to the smaller modii still in use in rural areas. The gathered evidence also suggests that, from the 10th to the 13th centuries, independently of inflation, the modius-price remained approximately equivalent to the currency unit known as solidus