Notas sobre o nascimento da historiografia moderna no Japão da Era Meiji

Notas sobre o nascimento da historiografia moderna no Japão da Era Meiji

Este trabalho oferece um panorama sobre o processo de formação e desenvolvimento das ciências históricas no Japão durante o processo de abertura ao Ocidente na Era Meiji. O objetivo é refletir sobre processos específicos do caso japonês, como a “história das civilizações” de Fukuzawa Yukichi, a divi...

Saved in:
Journal Title: História da Historiografia
Author: Rômulo da Silva Ehalt
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: https://www.historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/601
Resource type: Journal Article
Source: História da Historiografia; No 12 (Year 2013).
DOI:
Publisher: Universidade Federal de Ouro Preto / Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro / Sociedade Brasileira de Teoria e História da Historiografia
Usage rights: Sin permisos preestablecidos
Categories: Social Sciences/Humanities --> History
Abstract: Este trabalho oferece um panorama sobre o processo de formação e desenvolvimento das ciências históricas no Japão durante o processo de abertura ao Ocidente na Era Meiji. O objetivo é refletir sobre processos específicos do caso japonês, como a “história das civilizações” de Fukuzawa Yukichi, a divisão da área em História Nacional (Kokushi), Oriental (Tōyōshi) e Ocidental (Seiyōshi) etc., a partir da história institucional dos locais de produção de história no país e de movimentos historiográficos japoneses oitocentistas. Para esta pesquisa foram levantadas fontes da época e consultada literatura secundária. O trabalho conclui chamando a atenção para a originalidade das interpretações da metodologia ocidental feitas no país durante o século XIX e a autocrítica entre historiadores japoneses em relação às ideologias do país existentes desde antes de sua abertura ao Ocidente.
Translated abstract: This paper gives an overview on the Japanese historical sciences’ formation and development process during the process of opening to the West, in the Meiji Era. Approaching institutional history of places where history was written and 19th-century Japanese historiographical movements, this work aims to reflect on specific processes of the Japanese experience, like Fukuzawa Yukichi’s “history of civilization”, the division into National (Kokushi), Eastern (Tōyōshi) and Western Histories (Seiyōshi) etc. This research analyses primary sources and secondary literatures, specially the works of Nagahara Keiji, Tanaka Akira and Miyachi Masato. The paper concludes by drawing attention to the originality of Japanese interpretation of Western methods during the 1800’s and the self-criticism present among Japanese historians in relation to the ideologies of the country since before its opening to the West.