O ENTRETECER DE ESTÓRIAS EM “PIRLIMPSIQUICE”, DE JOÃO GUIMARÃES ROSA

O ENTRETECER DE ESTÓRIAS EM “PIRLIMPSIQUICE”, DE JOÃO GUIMARÃES ROSA

  Mais do que um grande contista, João Guimarães Rosa foi também um grande contador de histórias. Segundo Antonio Candido, Guimarães Rosa tinha "paixão de contar". O autor de Grande Sertão: Veredas, portanto, retorna, em grande estilo,...

Saved in:
Journal Title: Travessias
Author: Aldira Siqueira de Sant’Anna
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/3363
Resource type: Journal Article
Source: Travessias; Vol 3, No 2 (Year 2009).
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - CompartirIgual (by-nc-sa)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Humanities, Multidisciplinary
Social Sciences/Humanities --> Language --AMP-- Linguistics
Social Sciences/Humanities --> Literature
Abstract:   Mais do que um grande contista, João Guimarães Rosa foi também um grande contador de histórias. Segundo Antonio Candido, Guimarães Rosa tinha "paixão de contar". O autor de Grande Sertão: Veredas, portanto, retorna, em grande estilo, segundo Candido, à concepção do contista-contador. Ao debruçarmos sobre o conto "Pirlimpsiquice", de Primeiras Estórias, observaremos de que forma João Guimarães Rosa revela-se não apenas como um grande contista, mas também como um grande contador de estórias.