A revista PHOTO número 1: início de um mito

A revista PHOTO número 1: início de um mito

Este artigo aborda as características da primeira edição da revista PHOTO, lançada em 1967 na França. Nos anos seguintes, a publicação consolidou-se como uma referência estética para os fotógrafos em todo o mundo, em especial nas áreas da arte, da moda, do erotismo e do foto-jornalismo, reunindo os...

Saved in:
Translated title: The magazine PHOTO number 1: the birth of a myth
La revista PHOTO número 1: inicio de un mito
Journal Title: Revista Famecos
Author: Carlos Gerbase
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/21856
Resource type: Journal Article
Source: Revista Famecos; Vol 22, No 4 (Year 2015).
DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-3729.2015.4.21856
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial (by-nc)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Communication
Abstract: Este artigo aborda as características da primeira edição da revista PHOTO, lançada em 1967 na França. Nos anos seguintes, a publicação consolidou-se como uma referência estética para os fotógrafos em todo o mundo, em especial nas áreas da arte, da moda, do erotismo e do foto-jornalismo, reunindo os melhores profissionais do planeta. Neste primeiro número fica evidente uma certa ambiguidade em sua proposta editorial, pois a revista também abre espaço para seções destinadas aos amadores, tanto da fotografia, como do cinema e do som. A formação cultural da equipe de jornalistas – com fortes ligações com as artes plásticas, o surrealismo e o jazz – já apontava, contudo, para um crescente alinhamento com a vanguarda da fotografia, o que acabou confirmado na trajetória da revista. 
Translated abstract: This article discusses the features of the first edition of PHOTO magazine, launched in 1967 in France. In the following years, the publication has established itself as an aesthetic reference for photographers around the world, especially in the fields of art, fashion, eroticism and photo-journalism, editing the best professionals in the world. In this first issue is evident a certain ambiguity in its editorial proposal, because the magazine also makes room for sections intended for amateurs, both of photography, as film and sound. The cultural formation of the team of journalists - with strong connections to the art, surrealism and jazz - already pointed out, however, for increasing alignment with the forefront of photography, which eventually confirmed in the magazine’s history.
Este artículo aborda las características de la primera edición de la revista PHOTO, lanzada en 1967 en Francia. En los años siguientes, la publicación se consolidó como una referencia estética para los fotógrafos en todo el mundo, en especial en las áreas del arte, de la moda, del erotismo y del foto-periodismo, reuniendo a los mejores profesionales del planeta. En este primer número se evidencia una cierta ambigüedad en su propuesta editorial, pues la revista también abre espacio a secciones destinadas a los amantes, tanto de la fotografía, como del cine y del sonido. La formación cultural del equipo de periodistas – con fuertes ligaciones con las artes plásticas, el surrealismo y el jazz – ya apuntaba, con todo, hacia un creciente alineamiento con la vanguardia de la fotografía, lo que acabó confirmando la trayectoria de la revista.