Análise da produção científica da Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção

Análise da produção científica da Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção

Justificativa e Objetivo: Visando atender a demanda de publicações de conhecimento epidemiológico, objetivou-se investigar o perfil das publicações da Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção (RECI) desde a sua criação em outubro de 2011 até junho de 2017. Método: Foi realizado um estudo desc...

Saved in:
Título traducido: Analysis of the scientific production of Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção
Análisis de la producción científica Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção
Journal Title: Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção
First author: Bruna Roberta Toillier
Other Authors: Isabela Barnetch Zarpellon;
Nathalia Halax Orfão;
Andréia Rosane de Moura Valim;
Lia Gonçalves Possuelo
Palabras clave:
Palabras clave traducidas:
Idioma: Portugués
Get full text: https://online.unisc.br/seer/index.php/epidemiologia/article/view/11289
Tipo de recurso: Documento de revista
Source: Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção; Vol 7, No 4 (Año 2017).
DOI: http://dx.doi.org/10.17058/reci.v7i4.11289
Publisher: Universidade de Santa Cruz do Sul / Hospital Santa Cruz
Derechos de uso: Reconocimiento (by)
Categories: Health Sciences --> Infectious Diseases
Resumen: Justificativa e Objetivo: Visando atender a demanda de publicações de conhecimento epidemiológico, objetivou-se investigar o perfil das publicações da Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção (RECI) desde a sua criação em outubro de 2011 até junho de 2017. Método: Foi realizado um estudo descritivo com base na análise dos artigos publicados, dados da Plataforma SEER e currículo lattes dos autores. Os dados extraídos foram: número de artigos submetidos e publicados; edições; nº de páginas; seção dos trabalhos; número, titulação e sexo dos autores; região da realização do trabalho; nº de referências; tempo entre submissão e publicação; artigos e resumos mais acessados. Resultados: Dos 585 artigos submetidos, foram publicados 238 em 7 edições, com uma média de 42,37 (dp±21) páginas por número. Destes, 137 (58%) originais e 28 (12%) de revisão. A média geral de autores foi de 4 (dp=±1,2) por artigo e 42 (dp=±13,4) por volume, destes 17% eram mestres, 15% bacharéis e 14% doutores, sendo 68% do sexo feminino e 99% brasileiros, principalmente das regiões Sul (54%), Nordeste (18%) e Sudeste (18%). A média de referências foi de 21 (dp=±27) por artigo e o tempo médio entre a submissão e publicação foi de 229 dias (dp=±80). Observou-se um total de 61 mil visualizações aos artigos até metade de 2017, e o tema mais acessado foi HIV. Conclusão: Através da avaliação conjunta do conteúdo e do desempenho das publicações, percebeu-se um aumento na qualidade da RECI e quais os pontos a serem melhorados.
Resumen traducido: Background and Objective: Aiming to meet the demand for publications of epidemiological knowledge, the objective was to investigate the profile of the publications of the Journal of Epidemiology and Infection Control (RECI) from its inception in October 2011 until June 2017. Method: A descriptive study was carried out based on the analysis of the published articles, SEER Platform data and lattes curriculum of the authors. The data extracted were: number of articles submitted and published; editions; number of pages; work section; number, degree and sex of the authors; region of work; number of references; time between submission and publication; articles and abstracts. Results: Of the 585 articles submitted, 238 were published in 7 editions, with an average of 42.37 (dp ± 21) pages per number. Of these, 137 (58%) original and 28 (12%) revision. The overall mean number of authors was 4 (dp = ± 1.2) per article and 42 (dp = ± 13.4) per volume, of which 17% were masters, 15% were bachelors and 14% were doctors, 68% women, and 99% of Brazilians, mainly from the South (54%), the Northeast (18%) and the Southeast (18%) regions. The mean number of references was 21 (dp = ± 27) per article and the mean time between submission and publication was 229 days (SD = ± 80). A total of 61,000 views were viewed on articles by the middle of 2017, and the most commonly accessed topic was HIV. Conclusion: Through joint evaluation of the content and performance of the publications, an increase in the quality of RECI was noticed and the points to be improved.
Justificación y Objetivo: Con el fin de atender la demanda de publicaciones de conocimiento epidemiológico, se objetivó investigar el perfil de las publicaciones de la Revista de Epidemiología y Control de Infección (RECI) desde su creación en octubre de 2011 hasta junio de 2017. Método: Se realizó un estudio descriptivo basado en el análisis de los artículos publicados, datos de la Plataforma SEER y currículo lattes de los autores. Los datos extraídos fueron: número de artículos sometidos y publicados; ediciones; número de páginas; sección de los trabajos; número, titulación y sexo de los autores; región de la realización del trabajo; número de referencias; tiempo entre envío y publicación; artículos y resúmenes más accesados. Resultados: De los 585 artículos sometidos, se publicaron 238 en 7 ediciones, con un promedio de 42,37 (dp ± 21) páginas por número. De estos, 137 (58%) originales y 28 (12%) de revisión. El promedio general de autores fue de 4 (dp = ± 1,2) por artículo y 42 (dp = ± 13,4) por volumen, de estos 17% eran maestros, 15% bachilleres y 14% doctores, siendo el 68% del sexo femeninas y 99% brasileños, principalmente de las regiones Sur (54%), Nordeste (18%) y Sudeste (18%). El promedio de referencias fue de 21 (dp = ± 27) por artículo y el tiempo medio entre la presentación y la publicación fue de 229 días (dp = ± 80). Se observó un total de 61 mil visualizaciones a los artículos hasta la mitad de 2017, y el tema más accesado fue VIH. Conclusión: A través de la evaluación conjunta del contenido y del desempeño de las publicaciones, se percibió un aumento en la calidad de la RECI y cuáles los puntos a ser mejorados.