Biblioteca e educação: conjecturas sobre a cultura da virtualidade

Biblioteca e educação: conjecturas sobre a cultura da virtualidade

Este artigo aborda questões relativas às relações entre biblioteca, educação e cultura atentando para a necessidade de que tanto educadores e bibliotecários questionem o discurso advindo da cultura da virtualidade, alertando se o potencial dessa nova cultura pode ser atribuído à agilização das forma...

Saved in:
Journal Title: Em Questão
First author: Rodrigo Silva Caxias de Sousa
Other Authors: Elisângela da Silva Rodrigues
Traslated keyword:
Language: Undetermined
Get full text: https://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/125
Resource type: Journal Article
Source: Em Questão; Vol 11, No 2 (Year 2005).
DOI:
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial (by-nc)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Information Science --AMP-- Library Science
Abstract: Este artigo aborda questões relativas às relações entre biblioteca, educação e cultura atentando para a necessidade de que tanto educadores e bibliotecários questionem o discurso advindo da cultura da virtualidade, alertando se o potencial dessa nova cultura pode ser atribuído à agilização das formas de comunicação científica e tecnológica e sua aproximação ao discurso da globalização. Defende-se que a concretização dessa cultura da virtualidade depende da concatenação de esforços coletivos na tentativa de aproximação entre esses dois campos do saber: biblioteconomia e educação. 
Translated abstract: This article approaches relative questions to the relations between library, education and culture attempting against for the necessity of that as many educators and librarians question the speech happened of the culture of the potentiality, alerting if the potential of this new culture can be attributed to the new relations in the forms of scientific and technological communication and its approach to the speech of the globalization. One defends that the concretion of this culture of the potentiality depends on the concatenation of collective efforts to the attempt to approach these two fields of knowing: library and education.
Este artículo aborda cuestiones relativas a las relaciones entre biblioteca, educación y cultura, atentando para la necesidad de que tanto educadores como bibliotecarios cuestionen el discurso proveniente de la cultura de la virtualidad, alertando si el potencial de esa nueva cultura puede ser atribuido a la agilización de las formas de comunicación científica y tecnológica y su aproximación al discurso de la globalización. Se defiende que la concretización de esa cultura de la virtualidad depende de la concatenación de esfuerzos colectivos en la tentativa de acercamiento entre esos dos campos del saber: biblioteconomía y educación.