O Manejo das Caiçaras Indígenas: Uma prática agropecuária no Lavrado de Roraima, Amazônia brasileira

O Manejo das Caiçaras Indígenas: Uma prática agropecuária no Lavrado de Roraima, Amazônia brasileira.

Mundo Amazónico



Bibliographic data

Translated title: The Management of Indigenous Caiçaras: An agricultural practice in the Lavrado of Roraima, Brazilian Amazonia.
El Manejo de las Caiçaras Indígenas: Una práctica agropecuaria en el Lavrado de Roraima, Amazonía Brasilera
Journal Title: Mundo Amazónico
First author: Ludmilla Verona Carvalho Gonçalves
Other Authors: Sonia Sena Alfaia;
Carlos Machado Dias Jr
Palabras clave:
Traslated Keywords:
Language: Portuguese
Get full text: https://revistas.unal.edu.co/index.php/imanimundo/article/view/73186
Resource type: Journal Article
Source: Mundo Amazónico; Vol 10, No 1 (Year 2019).
DOI: http://dx.doi.org/10.15446/ma.v10n1.73186
Publisher: Universidad Nacional de Colombia / Universidade Federal do Amazonas
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Categories: Social Sciences/Humanities --> Area Studies

Statistical data

  • Views
  • Consultations
  • Citation style
  • Share
  • Export record
  • Favourites
Bibliography: Albert e Ramos. (2000). Pacificando o Branco: cosmologias do contato no Norte-Amazônico. UNESP/IRD/IOSP.

Barbosa, R. I., Campos, C. Pinto F., Fearnside, P. M. (2007). The “Lavrados” of Roraima: Biodiversity and Conservation of Brazil´s Amazonian Savannas. Functional Ecosystems and Communities, 1(1), 29-41.

Barbosa, R. I., Miranda, I. S. (2005). Fitofisionomias e diversidade vegetal das savanas de Roraima. En: Barbosa, R. I., Xaud, H. A. M., Costa e Sousa, J. M. (Eds). Savanas de Roraima: Etnoecologia, Biodiversidade e Potencialidades Agrossilvipastoris. (pp. 61-77). FEMACT, Boa Vista, Roraima.

Barros, N. C. G. (1995). Roraima: paisagens e tempo na Amazônia setentrional. Recife: Editora Universitária.

Campos, C. (2011). As pequenas TIs de Roraima. En: Ricardo, B.; Ricardo, F. (Eds), Povos Indígenas do Brasil – 2006-2010 (pp.260-263). Instituto Socioambiental, São Paulo, SP.

Campos, C. (2012). Diversidade socioambiental de Roraima. Subsídios para debater o futuro sustentável da região. São Paulo: Instituto Socioambiental.

Chitsondzo, C. C. E. (2011). Quintais caseiros em Machipando, distrito de Manica, Moçambique. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Paraná.

Costa, N. L., Gianluppi, V., Bendahan, A. B., Braga, R. M. (2009). Avaliação da Rebrota Natural de Pastagens de Trachypogon plumosus nos Cerrados de Roraima. Scientia Agraria Paranaensis, 13(1), 57-64. https://doi.org/10.18188/1983-1471/sap.v13n1p57-64

Coudreau, H. (1887) 1887-1888. Voyage au Rio Branco, aux Montagnes de la Lune, au Haut Trombetta. Bulletin de la Societé Normande de Géographie, 9, 189-211.

Cruz, D. L. S. (2012). Atributos físicos de Argissolo amarelo sob floresta e savana naturais e cultivados com pastagem em Roraima. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Roraima.

Dias JR., Carlos. (2008). Trajetórias e construções sociais entre os Waiwai da Amazônia setentrional. Tellus, (15), 59-82.

Esselin, P. M., Oliveira, T. C. M. (2007). Índio, gado e blindagens na construção da fronteira no sul de Mato Grosso. Boletim Gaúcho de Geografia, 32(1), 37-56.

Eyasu, E. (2000). Enset farming in the highlands of Ethiopia. En: Budelman, A.; Defoer, T. (Eds.) PLAR and resource flow analysis in practice. Case studies from Benin, Ethiopia, Kenya, Mali and Tanzania (pp. 31-40). Amsterdam: Royal Tropical Institute.

Farage, N. (1991). As muralhas dos sertões: os povos indígenas no Rio Branco e a colonização. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Farage, N. (1997). Os Wapishana nas fontes escritas: histórico de um preconceito. En: Homem, Ambiente e Ecologia no Estado de Roraima. (Eds.) Barbosa, R. I.; Ferreira, E. J. G.; Castellón, E. G. (pp. 25-48). Manaus: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Fearnside, P. M. (1997). Roraima e o aquecimento global: balanço anual das emissões de gases do efeito estufa provenientes da mudança de uso da terra. pp. 337-359. En: R. I. Barbosa, E. J. Ferreira; E. G. Castellon (Eds.) Homem, Ambiente e Ecologia no Estado de Roraima. (pp. 337-359) Manaus: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Ferri, P. (1990). Achados ou perdidos? A imigração indígena em Boa Vista. Goiânia: MLAL.

Frank, E. H., Cirino, C. A. (2010). Des-territorialização e re-territorialização dos indígenas de Roraima: uma revisão crítica. En: Barbosa, R. I.; Melo, V. F. (Eds.) Roraima: Homem, ambiente e ecologia. (pp. 11-33). Boa Vista: FEMACT.

Gonçalves, L.V.G., Pinho, R.C., Ayres, M.I.C., Alfaia, S.S. (2015). Influência do manejo das Caiçaras indígenas sobre as características químicas do solo na região de Savana de Roraima, na Amazônia Ocidental. Memorias del Congresso Latinoamericano de Agroecologia. Universidad de la Plata, Argentina, 1-6p.

Globo Rural. (2013). Chuva dificulta o acesso para vacinar o gado contra aftosa em Roraima. http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2013/05/chuva-dificulta-o-acesso-para-vacinar-o-gado-contra-aftosa-em-roraima.html

Harris, F. M. A., (1998). Farm-level assessment of the nutrient balance in northern Nigeria. Agriculture. Ecosystem & Environment, 71, 201-214. Agriculture, ecosystems & environment, 71(1-3), 201-214. https://doi.org/10.1016/S0167-8809(98)00141-8

Henfrey, T. B. (2002). Ethnoecology, resource use, conservation and development in a Wapishana community in the South Rupununi, Guyana. Tese de Doutorado, Kent University.

Hoffman, I. (2002). Crop-livestock interactions and soil fertility management in Northwest Nigeria. In First Virtual Global Conference on Organic Beef Cattle Production.

IBGE. (2009). Uso da terra e a gestão do território no estado de Roraima. Relatório Técnico. Instituto Brasileiro de Geografia Estatística.

IBGE. (2012). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. www.ibge.gov.br

ISA. (2018). Instituto Socioambiental. www.socioambiental.org/pt-br/mapas

MAPA. (2018). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. http://www.agricultura.gov.br/assuntos/sanidade-animal-e-vegetal/saude-animal/programas-de-saude-animal/febre-aftosa/documentos-febre-aftosa/DadosderebanhobovinoebubalinodoBrasil_2017.pdf

Melo, V. F., Francelino, M. R., Uchôa, S. C. P., Salamene, S.; Santos, C. S. V. (2010). Solos da área indígena Yanomami no médio Rio Catrimani. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 34, 487-496. https://doi.org/10.1590/S0100-06832010000200022

Miguêz, S. F., Fraxe, T. J. P., Witkoski, A. C. (2007). O tradicional e o moderno na agricultura familiar amazonense: a introdução de tecnologias em comunidades de várzea no rio Solimões, Amazonas.

Overing, J. 1976. Review Article: Amazonian Anthropology. Journal of Latin American Studies, 13(1), 151-164. https://doi.org/10.1017/S0022216X00006209

Pedreira, J. L., Hada, A. R., Perez, I. U., Pinho, R. C., Miller, R. P., Alfaia, S. S., Albuquerque, C. Y. (2013). Produção de alimentos e conservação de recursos naturais na Terra Indígena Araçá, Roraima. En: Haverroth, M. (Org.) Etnobiologia e Saúde de Povos Indígenas. Série Estudos e Avanços. Vol. 7.

Perez, I. U. (2010). Uso dos Recursos Naturais na Comunidade Indígena Araçá, Roraima. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Roraima.

Pinho, R. C. (2008). Quintais agroflorestais indígenas em área de savana (Lavrado) na Terra Indígena Araçá. Dissertação de Mestrado, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Pinho, R.C., Pedreira, J.L., Alfaia, S.S., Marques, C.V., Rodrigues, J.C., Galé, J. N. (...); Batista, M.F. (2013). Unindo saberes para o desenvolvimento agroflorestal indígena em Roraima: as experiências da Iniciativa Wazaka’ye. Anais do IX Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais.

Posey, D. A. (1985). Indigenous management of tropical forest ecosystems: the case of the Kayapó indians of the Brazilian Amazon. Agroforestry System. 3, 139-158. https://doi.org/10.1007/BF00122640

Ribeiro de Sampaio, F. X. (1777). Relação geográfica histórica do Rio Branco da América Portuguesa. Revista Trimestral de História e Geografia, 3: 200-202.

Rivasseau, E. (1941). A vida dos índios guaicurus. 2ª ed. Rio de Janeiro. Rocha, J. C. (2009). Avaliação de leguminosas lenhosas para adubação verde em roças da Terra Indígena Araçá, Roraima. Dissertação de Mestrado, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Sahlins, Marshall. (1997) O pessimismo sentimental e a experiência etnográfica: por que a cultura não é um objeto em vias de extinção (parte 1). Mana. https://doi.org/10.1590/S0104-93131997000100002

Santilli, P. (1989). Os Macuxi: história e política no século XX. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Campinas.

Santilli, P. (1997). Ocupação territorial Macuxi: aspectos históricos e políticos. En: Homem, Ambiente e Ecologia no Estado de Roraima. (Eds.) Barbosa, R. I.; Ferreira, E. J. G.; Castellón, E. G. (pp. 49-64). Manaus: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Santilli, P. (2000). Trabalho escravo e brancos canibais: uma narrativa histórica Macuxi. In: Albert e Ramos (Eds.). Pacificando o branco: cosmologias do contato no norte Amazônico. São Paulo: UNESP.

Santilli, P. (2011). Pimenta nos olhos. In: Ricardo, B.; Ricardo, F. (Eds). Povos Indígenas do Brasil – 2006-2010. (pp. 257-259). São Paulo: Instituto Socioambiental.

Santos, (2010). Pecuária, memória e política em Roraima nas décadas de 1970 e 1980. Anais. X Encontro Nacional de História Oral. Testemunhos: história e política. http://www.encontro2010.historiaoral.org.br/resources/anais/2/1270431729_ARQUIVO_MemoriadaPecuariaXEncNHOral.pdf

Viveiros de Castro, E. (2002). A Inconstância da alma selvagem. Cosac&Naif.

Wazaka’ye. (2013). Mapa das TIs do Lavrado. http://wazakaye.com.br/?page_id=318