Editorial – Revista Ambiente Contábil – Volume 3 – Número 1 – jan./jul./2011

Editorial – Revista Ambiente Contábil – Volume 3 – Número 1 – jan./jul./2011

Editorial – Revista Ambiente Contábil – Volume 3 – Número 1 – Ano 2011 A Revista Ambiente Contábil (Ambiente) apresenta na sua 5ª ediçáo 06 (cinco) artigos que tratam de assuntos relevantes para a área contábil.Artigo 1 - A ADERÊNCIA DO CONTEÚDO DA DISCIPLINA CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA MINISTRADA NOS...

Guardado en:
Título de la revista: Revista Ambiente Contábil
Autor: Maurício Corrêa da Silva
Idioma: Portugués
Enlace del documento: https://periodicos.ufrn.br/ambiente/article/view/1315
Tipo de recurso: Documento de revista
Fuente: Revista Ambiente Contábil; Vol 3, No 1 (Año 2011).
DOI:
Entidad editora: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Derechos de uso: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Materias: Ciencias Sociales y Humanidades --> Finanzas
Resumen: Editorial – Revista Ambiente Contábil – Volume 3 – Número 1 – Ano 2011 A Revista Ambiente Contábil (Ambiente) apresenta na sua 5ª ediçáo 06 (cinco) artigos que tratam de assuntos relevantes para a área contábil.Artigo 1 - A ADERÊNCIA DO CONTEÚDO DA DISCIPLINA CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA MINISTRADA NOS CURSOS DE GRADUAÇÁO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO BRASIL AO CONTEÚDO DO CURRÍCULO INTERNACIONAL PROPOSTO PELA ONU de Paulo Cesar de Melo Mendes, Antonio Batista Silva e de Jorge Katsumi Niyama que tem como objetivo avaliar o grau de aderência das diretrizes curriculares através de pesquisa que abrangeu 10,58% dos 904 cursos de graduaçáo em ciências contábeis existentes no país, onde as ementas das disciplinas: contabilidade tributária/fiscal foi comparada com o conteúdo previsto no currículo internacional.Artigo 2 - OBRIGATORIEDADE DA ESCRITURAÇÁO CONTÁBIL NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NA CONCEPÇÁO DOS CONTABILISTAS DA GRANDE FLORIANÓPOLIS de Loreci Joáo Borges, Claudio Luiz de Freitas, Elisa Elena Espíndola e de Cristiny Ventura que tem como objetivo investigar a percepçáo dos contabilistas quanto à obrigatoriedade da escrituraçáo contábil para micro e pequenas empresas.Artigo 3 - AS CONSEQUÊNCIAS, PARA O ORÇAMENTO E CONTABILIDADE PÚBLICA, DA INSCRIÇÁO E DO CANCELAMENTO DE RESTOS A PAGAR NÁO PROCESSADOS REALIZADOS EM CAPITAIS ESTADUAIS DA REGIÁO DO NORDESTE DO BRASIL NOS EXERCÍCIOS DE 2008 E 2009 de Vinicius Salles Santos que tem como objetivo geral analisar as consequências, para o orçamento público e a contabilidade pública, da prática da inscriçáo e do cancelamento de Restos a Pagar náo processados realizados em capitais estaduais da regiáo do Nordeste do Brasil nos anos de 2008 e 2009.Artigo 4 - EVIDENCIAÇÁO DE TÍTULOS HÍBRIDOS SOB A ÓTICA DAS NORMAS INTERNACIONAIS, U.S. GAAP E BR GAAP de Márcio César de Oliveira Quirino, Diego Rodrigues Boente e de Clayton Levy Lima de Melo que tem como objetivo principal verificar como estáo sendo evidenciados e a forma de contabilizaçáo de títulos híbridos entre as normas internacionais, norte americanas e brasileirasArtigo 5 - O REFLEXO DO ENSINO DA CONTROLADORIA NA MINIMIZAÇÁO DO EFEITO FRAMING de Fábia Jaiany Viana de Souza, Maria das Vitórias de Macedo Farias, Márcio César de Oliveira Quirino e de Edzana Roberta Ferreira da Cunha Vieira como o objetivo de verificar se o ensino de controladoria minimiza os vieses cognitivos acarretados pelo efeito framing em decisões gerenciais relativas a custos de oportunidade.Artigo 6 - UTILIZAÇÁO DE INFORMAÇÕES CONTÁBEIS EM COOPERATIVAS: SÁO OS CONTADORES NECESSÁRIOS? de Luiz Carlos Marques dos Anjos, Luiz Carlos Miranda e de Daniel José Cardoso da Silva que tem o objetivo de analisar dentro do ambiente das cooperativas, como estáo sendo fornecidos os serviços contábeis pelos contadores e a visáo dos gestores em relaçáo à importância e à qualidade daqueles.Boa leitura. Cordiais saudações!Maurício Corrêa da SilvaEditor