OS LUGARES DE RACHEL DE QUEIROZ: GEOGRAFICIDADE E PATRIMÔNIO

OS LUGARES DE RACHEL DE QUEIROZ: GEOGRAFICIDADE E PATRIMÔNIO

Neste trabalho relacionamos escritos de e sobre Rachel de Queiroz (1910-2003) com documentos oficiais vinculados à preservação/conservação de lugares importantes para a escritora e para a sociedade. Nosso intuito é o de demonstrar como a experiência e o afeto são elementos importantes para a valoraç...

Guardado en:
Título de la revista: Caminhos de Geografia
Autor: Tiago Vieira Cavalcante
Palabras clave:
Idioma: Portugués
Enlace del documento: http://www.seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/26924
Tipo de recurso: Documento de revista
Fuente: Caminhos de Geografia; Vol 15, No 52 (Año 2014).
Entidad editora: Universidade Federal de Uberlândia
Derechos de uso: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Materias: Ciencias Físicas e Ingeniería --> Ecología
Ciencias Físicas e Ingeniería --> Ciencias Ambientales
Ciencias de la Vida --> Ciencia del Suelo
Resumen: Neste trabalho relacionamos escritos de e sobre Rachel de Queiroz (1910-2003) com documentos oficiais vinculados à preservação/conservação de lugares importantes para a escritora e para a sociedade. Nosso intuito é o de demonstrar como a experiência e o afeto são elementos importantes para a valoração e patrimonialização dos lugares. Tomamos como exemplos o sítio do Pici, o município de Quixadá e a Fazenda Não Me Deixes, lugares que hoje, além de guardarem a memória de uma escritora que invariavelmente celebrou sua terra e sua gente, conservam/preservam parte importante da natureza e da cultura do Ceará.