Impact of overweight on the normal physiology of human in vivo skin

Impact of overweight on the normal physiology of human in vivo skin

Obesity is an increasing public health issue, particularly in Portugal, where more than 50% of the population is obese. The pathophysiological consequences of being overweight have a severe cutaneous impact. However, there is still a lack of studies to link these alterations to BMI categories. This...

Saved in:
Translated title: Impacto do excesso de peso sobre a fisiologia normal da pele humana in vivo
Journal Title: Jornal de Investigação Biomédica e Biofarmacêutica
First author: Liliana Tavares
Other Authors: Lídia Palma;
Osvaldo Santos;
Mª Angélica Almeida;
Mª Julia Bujan;
Luis Monteiro Rodrigues
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: English
Portuguese
Get full text: http://www.alies.pt/BBR%20Editions/Vol-10-1-2013/Article5_10n1.pdf
Resource type: Journal Article
Source: Jornal de Investigação Biomédica e Biofarmacêutica; Vol 10, No 1 (Year 2013).
DOI: http://dx.doi.org/10.19277/bbr.10.1.51
Publisher: Associação Lusófona para o Desenvolvimento da Investigação e Ensino em Ciências da Saúde
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial (by-nc)
Categories: Life Sciences --> Biochemistry --AMP-- Molecular Biology
Health Sciences --> Pharmacology --AMP-- Pharmacy
Health Sciences, Life Sciences --> Physiology
Abstract: Obesity is an increasing public health issue, particularly in Portugal, where more than 50% of the population is obese. The pathophysiological consequences of being overweight have a severe cutaneous impact. However, there is still a lack of studies to link these alterations to BMI categories. This present work intends to identify the hydration and biomechanical behaviour changes related to weight augmentation. This transversal study was performed on a convenience sample of 57 volunteers, all females, aged between 20 and 46 (30±8) years old. Volunteers were divided in two groups – group I, with a BMI between 19,9 and 24,9 Kg/m2 and group II, between 25 and 29,9 Kg/m2. One single determination of the superficial hydration, transepidermal water loss and biomechanical behaviour of the skin, was obtained with non-invasive methods. The data showed that weight increase positively influences hydration levels and transepidermal water loss, and negatively influences the skin's biomechanical behaviour. Despite the relevance of these results, there is still a need for complementary studies, with a wider number of individuals, in order to better understand its nature and meaning.
Translated abstract: Aobesidade é um problema de saúde pública com prevalência crescente, nomeadamente em Portugal, onde mais de 50% da população é obesa. As consequências fisiopatológicas do peso excessivo têm grande impacto a nível cutâneo. Contudo, existem ainda poucos estudos sobre a fisiologia cutânea, não existindo qualquer estratificação destas alterações em função do peso corporal. O presente estudo pretende contribuir para o estudo das alterações ao nível da hidratação e comportamento biomecânico com o aumento de peso. Este estudo transversal foi efetuado numa amostra de conveniência de 57 voluntárias, do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 20 e os 46 (30±8) anos. As voluntárias foram divididas em dois grupos - Grupo I, com IMC entre 19,9 e 24,9 Kg/m2 e Grupo II, entre 25 e 29,9 Kg/m2. Foi efetuada uma única determinação da hidratação superficial, perda transepidérmica de água e comportamento biomecânico da pele (métodos não-invasivos). Os dados obtidos permitem-nos verificar que o aumento de peso influencia positivamente os níveis de hidratação e perda transepidérmica de água e de forma negativa o comportamento biomecânico da pele. Apesar do interesse destes resultados torna-se necessário realizar mais estudos, com maior número de indivíduos, de forma a melhor esclarecer a sua natureza e significado.