Bioquímica nos livros didáticos de Biologia: análise da presença de obstáculos epistemológicos

Bioquímica nos livros didáticos de Biologia: análise da presença de obstáculos epistemológicos

Tendo em vista a importância dos livros didáticos no contexto de sala de aula, o presente trabalho investigou a presença de obstáculos epistemológicos em conteúdos bioquímicos de quatro livros didáticos utilizados por professores da rede estadual de ensino de Florianópolis/SC. Para tanto foi avaliad...

Guardado em:
Título traduzido: Biochemistry in high school biology textbooks: evaluation of epistemological obstacles presence
Título da revista: Amazônia
Primer autor: Carolina Heyse Niebisch
Outros autores: Leila Cristina Aoyama Barbosa Souza
Palavras chave:
Palavras chave traducidas:
Idioma: Português
Ligação recurso: https://periodicos.ufpa.br/index.php/revistaamazonia/article/view/2585
Tipo de recurso: Artigo de revista
Fonte: Amazônia; Vol 12, No 24 (Ano 2016).
DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazrecm.v12i24.2585
Entidade editora: Universidade Federal do Pará
Direitos de utilização: Reconocimiento (by)
Matérias: Multidisciplinar --> Ciências
Ciências Sociais e Humanidades --> Educação e Pesquisa Educativa
Ciências da Saúde, Ciências Sociais e Humanidades --> Psicologia Educativa
Resumo: Tendo em vista a importância dos livros didáticos no contexto de sala de aula, o presente trabalho investigou a presença de obstáculos epistemológicos em conteúdos bioquímicos de quatro livros didáticos utilizados por professores da rede estadual de ensino de Florianópolis/SC. Para tanto foi avaliado, em uma análise qualitativa, o primeiro volume de cada obra, correspondente ao primeiro ano do ensino médio. A identificação e caracterização dos obstáculos de experiência primeira e conhecimento geral foi realizada nos conteúdos básicos de bioquímica (água, sais minerais, vitaminas, macromoléculas e metabolismo energético). Já a análise dos demais obstáculos (verbal, conhecimento unitário e pragmático, substancialista, realista e animista) foi realizada qualitativa e quantitativamente nos mesmos conteúdos, exceto o metabolismo energético. De acordo com os resultados obtidos foi possível notar a presença de todos os obstáculos epistemológicos nos materiais avaliado, com destaque para o obstáculo epistemológico substancialista. A presença destes obstáculos afeta negativamente a aquisição do conhecimento científico dos estudantes; portanto, seu diagnóstico pode vir a auxiliar os professores a lhes contornarem, reduzindo assim os entraves presentes no processo ensino-aprendizagem destes conteúdos nas escolas da região.
Resumo traduzido: Owing to the importance of textbooks in the classroom context, this study investigated the presence of epistemological obstacles in biochemical contents of four textbooks used by Florianópolis's teachers. For this purpose we evaluated the first volume of each collection from first year high school. The identification and characterization of the “first experience” and “general knowledge” obstacles was performed in all basic biochemical content (water, minerals, vitamins, macromolecules and energy metabolism). The analysis of the remaining obstacles (verbal, unitary and pragmatic knowledge, substantialism, realism and animism) was performed qualitatively and quantitatively in the same content, except the energy metabolism. According to the results, it was possible to detect all epistemological obstacles in materials evaluated, usually in the same contents. The obstacle most observed in all the textbooks was the substantialism.  Whereas the presence of these barriers adversely affects the acquisition of scientific knowledge, this work can help teachers to overcome these obstacles reducing the barriers present in the teaching-learning of these contents in region schools.